25 de março, 2015

Arquitetura brasileira marca presença em Cannes

Estande do Built by Brazil mostra que arquitetos estão preparados para atuar em grandes parcerias no exterior.

 "O posicionamento dos escritórios brasileiros, como referência de qualidade dos projetos apresentados durante o MIPIM - The world?s leading property market, mostrou que a arquitetura brasileira possui estrutura para atuar em grandes parcerias no exterior e está apta para responder com competência às demandas internacionais". Esta foi a declaração da gerente do projeto Built by Brazil, Francine Harumi Kaga, após a participação dos escritórios de arquitetura brasileiros no principal evento do mercado imobiliário do mundo, realizado em Cannes, na França, em março.


O Built By Brazil, uma parceria entre a Apex-Brasil e a AsBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura) de promoção da arquitetura brasileira no exterior,  organizou a ida de seis dos principais escritórios de arquitetura do país - Edo Rocha Arquiteturas (SP), TriptyqueArchitecture(SP), Arkiz (SP), Slomp & Busarello Arquitetos (PR), Fernandes Arquitetos Associados (SP) e GPA&A Gustavo Penna Arquiteto e Associados (MG) - para o evento que teve cerca de 22.000 participantes, de 93 países, e atraiu os tomadores de decisão mais influentes do setor imobiliário internacional.

De acordo com Daniela Busarello, arquiteta e designer de interiores, "a impressão sobre o MIPIM foi excelente e esperamos voltar no ano que vem com mais escritórios e uma estratégia de grupo mais forte e representativa da arquitetura brasileira". O escritório que arquiteta representa estabeleceu importantes contatos com entidades, grupos de investidores e agências de engenharia e construção. Entre eles, com o grupo de investidores da Ernest & Young, interessado em viabilizar projetos; e com representantes do poder público da cidade de Nice, na França, que buscam projetos para construir uma nova região da cidade, a Éco Vallée.

Segundo Daniel Fernandes, diretor do Fernandes Arquitetos Associados, "por ser a primeira participação do grupo brasileiro, tenho certeza que os resultados foram muito bons e a organização superou as expectativas. A ação gerou oportunidades, divulgação e contatos com o público alvo, contratante dos serviços de projeto. O MIPIM é um ambiente desafiante e o fato de termos um espaço próprio, em conjunto com os demais escritórios, ajudou a focarmos os esforços na busca por oportunidades de negócios". Fernandes afirma que como resultado, além do valioso conhecimento adquirido, a experiência permitiu aos escritórios planejar e pensar melhor no formato das participações futuras para fortalecer ainda mais o grupo.

O evento também suscitou a ampliação de contatos com entidades de outros países, como a The Royal Institute of British Architects (RIBA - Instituto Britânico de Arquitetos), a L'AFEX - Associação Francesa de Arquietos; a Câmara Federal dos Arquitetos Alemães e a Russian Guild of Property Managers and Developers (Aliança Russa de administradores de imóveis e Desenvolvedores).

 

Projetos brasileiros no Mipim:

Arkiz (SP)

O Arkiz tem realizado projetos de diversas tipologias, incluindo residências unifamiliares, edifícios residenciais e comerciais, complexos de uso misto e projetos institucionais tais como museus e bibliotecas. As escalas de atuação da empresa variam desde o projeto de interiores até o desenvolvimento de grandes projetos urbanos, em diversas localidades tanto no Brasil como no exterior. O escritório paulistano busca o desenvolvimento de projetos inovadores e norteados por uma postura colaborativa, crítica e propositiva.

Edo Rocha Arquiteturas (SP)

O escritório apresentou no MIPIM case de Real State, tendência para investidores interessados no Brasil. Além disso, levou no portfólio o Centro Empresarial Senado (Petrobrás/RJ) e o Allianz Parque (Palmeiras/SP), projetos de grande porte que atendem aos requisitos para a certificação Leed do Green Building Council. Segundo o escritório, "a Edo Rocha Arquiteturas oferece a expertise em projetos de desenvolvimento urbano desde a concepção até a execução das obras".

Fernandes Arquitetos Associados (SP)

Entre os portfólios de projetos apresentados pelos escritórios, está o do Fernandes Arquitetos Associados, que levou para Cannes os premiados projetos Arena Pernambuco e o Estádio Jornalista Mário Filho - o Maracanã, ambos utilizados na Copa de 2014 no Brasil. O escritório paulistano destaca a atuação nos complexos aeroportuários, com o retrofit do Aeroporto de Guarulhos e o projeto do Aeroporto Internacional de Nacala, em Moçambique, inaugurado em dezembro de 2014. Além dos projetos Parque Capivari (SP) e Hospital Regional de Caraguatatuba.

GPA&A Gustavo Penna Arquiteto e Associados (MG)

O edifício Forluz, projetado para abrigar a sede da CEMIG - Companhia Energética de Minas Gerais e empresas coligadas, foi o destaque levado pela equipe do arquiteto Gustavo Penna para o Mipim 2015. O projeto foi orientado a partir de três olhares: o olhar do Mundo, da Cidade e da Instituição. "As ameaças ao planeta exigem uma nova geração de edifícios, conservativos de energia e ecologicamente amigáveis", e é sob o viés da sustentabilidade que o escritório estabeleceu a relação do projeto com o mundo.

Triptyque Architecture (SP)

O Triptyque Architecture apresentou no Mipim as ferramentas que podem servir à construção contemporânea e sustentável e, segundo o escritório, participam da evolução dos espaços urbanos. Hoje sediada em São Paulo e Paris, a agência criada por Grégory Bousquet, Carolina Bueno, Guillaume Sibaud e Olivier Raffaelli completa 14 anos de criação. Em 2008, o escritório abriu a filial na França, incentivado pelo recebimento do prêmio dos Nouveaux Albums des Jeunes Architectes do Ministério Francês da Cultura (Naja 2008). Desde então, passou a exportar as competências e inovações projetuais às cidades francesas. Neste ano, o escritório vai entregar uma mediateca perto de Paris e participar do concurso "Réinventer Paris", lançado pela prefeitura da cidade. O evento é fruto de parcerias entre arquitetos franceses, brasileiros e americanos. 

Slomp & Busarello Arquitetos (PR)

Slomp Busarello têm escritórios em Curitiba e Paris. Os negócios da empresa são voltados para área de arquitetura, urbanismo, paisagismo, design de interiores, cenografia, design, ensino e consultoria. O escritório trabalha para empresas, clientes privados e órgãos públicos. Projetam com conceitos arquitetônicos criativos e inovadores, assegurando bons resultados graças a métodos de concepção e de detalhamento rigorosos. Fazem arquitetura de autor, onde cada projeto é único e original.

 

Sobre o Built by Brazil

O Built by Brazil (www.builtbybrazil.com.br) é um Programa de Internacionalização da Arquitetura Brasileira, que busca, por meio do incremento da presença de profissionais brasileiros no cenário internacional, construir um ambiente favorável ao desenvolvimento de uma cultura exportadora para o setor de arquitetura nacional. O projeto busca, ainda, inserir profissionais do segmento de arquitetura no mercado mundial; fortalecer a imagem de serviços e produtos de arquitetura brasileiros por meio da projeção internacional e promover a exportação dos serviços de  arquitetura. O Built by Brazil reúne os escritórios brasileiros preparados para competir globalmente e oferecer produtos e serviços com qualidade, criatividade e versatilidade reconhecidos internacionalmente. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05/01/2016 - 2016 será o ano da Arquitetura em SP
09/10/2015 - Bienal de Chicago: Archdaily elege trabalho do Rua Arquitetos como um dos 15 imperdíveis do evento
06/10/2015 - Fernandes Arquitetos vence o African Property Awards 2015-2016
06/10/2015 - Aumenta o protagonismo da arquitetura brasileira em eventos internacionais do setor
11/09/2015 - Veja os 7 projetos mais premiados da arquitetura brasileira
11/09/2015 - Built by Brazil define planejamento estratégico para 2016 e 2017
11/09/2015 - Premiados - Museu Nacional da Memória - Bogotá - Colômbia
28/08/2015 - "Não se pode executar obra com anteprojeto", diz Miriam Addor
e-mail incorreto
e-mail cadastrado
Receba nossa newsletter:
Cadastre-se!