06 de maio, 2015

Pavilhão brasileiro entre os cinco melhores na Expo Milão

A imprensa italiana elegeu os cinco melhores Pavilhões da Expo Milão e entre eles está o Brasil, ao lado de China, Itália, Japão e Azerbaijão. Com a sua estrutura ampla e aberta, o espaço tem atraído pessoas de diferentes idades e também a imprensa, que segue o fluxo de visitação e busca no Pavilhão aquilo que desperta a curiosidade do público.

Nos primeiros dias da Exposição - um dos maiores eventos do globo, ao lado da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos - é clara a preferência dos visitantes pelo espaço brasileiro. A rede, sem dúvida, é o que mais os atrai. Com seus 1.250m2, a rede surgiu no projeto arquitetônico com o intuito de representar a articulação de políticas públicas consistentes, investimentos privados e atuação da academia e institutos de pesquisa na busca por soluções adequadas para a produção sustentável.

O projeto de construção do pavilhão, com 4 mil m², foi escolhido por meio de concurso público organizado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). O vencedor foi o Studio Arthur Casas em parceria com o Atelier Marko Brajovic. Saiba mais.

Após o tour pelo térreo, os visitantes sobem ao primeiro andar onde assistem a um vídeo sobre a diversidade, a qualidade e a tecnologia presentes na produção e gastronomia do Brasil, em um vídeo wall de 56 metros de comprimento por dois de altura. Há ainda o restaurante, a loja e outros ambientes que recebem os visitantes durante seu passeio ao Pavilhão.

Nesta terça-feira, dia 5, o Ministro da Agricultura da Itália, Maurizio Martina, passou rapidamente pelo Pavilhão onde almoçou antes de seguir para a sua agenda do dia.

Em junho uma agenda de Seminários técnicos e debates estão previstos, como o encontro organizado pela Única (organização representativa do setor de açúcar e bioetanol do Brasil) entitulado "Producing food and energy for a healthier planet".

A ideia é proporcionar uma experiência interativa sobre o tema do Brasil na Expo Milão - Alimentando o Mundo com Soluções.  Logo ao entrar, o visitante encontra um espaço de cultivo de plantas, flores e frutas brasileiras, e mesas interativas com jogos e informações sobre as culturas expostas. Além da atração central do espaço - uma rede suspensa, por onde é possível caminhar. A rede possui sensores que captam o movimento dos visitantes e influenciam os sistemas de som e iluminação.

Depois de se divertirem atravessando-a, as pessoas seguem visitando o Pavilhão: passam pela galeria verde, onde há jogos com temas sobre sistemas integrados de produção, agricultura familiar e empresarial, bem como o mapa da produção brasileira, e conhecem a exposição Alimentário, que destaca os hábitos alimentares como traços e manifestações culturais.

 

http://www.apexbrasil.com.br/Noticia/PAVILHAO-BRASILEIRO-ENTRE-OS-CINCO-MELHORES-NA-EXPO-MILAO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05/01/2016 - 2016 será o ano da Arquitetura em SP
09/10/2015 - Bienal de Chicago: Archdaily elege trabalho do Rua Arquitetos como um dos 15 imperdíveis do evento
06/10/2015 - Fernandes Arquitetos vence o African Property Awards 2015-2016
06/10/2015 - Aumenta o protagonismo da arquitetura brasileira em eventos internacionais do setor
11/09/2015 - Veja os 7 projetos mais premiados da arquitetura brasileira
11/09/2015 - Built by Brazil define planejamento estratégico para 2016 e 2017
11/09/2015 - Premiados - Museu Nacional da Memória - Bogotá - Colômbia
28/08/2015 - "Não se pode executar obra com anteprojeto", diz Miriam Addor
e-mail incorreto
e-mail cadastrado
Receba nossa newsletter:
Cadastre-se!